Diário de Um, Escrito por Outro: Romance (Portuguese by Celso Azzan Jr. PDF

By Celso Azzan Jr.

Esta obra de ficção, parcialmente baseada em fato genuine, narra a história de um doutorando brasileiro em literatura comparada que se encontra no Canadá para realizar parte de sua pesquisa de tese. Em meio às suas memórias recentes de dor e de perda, ele tenta levar adiante seu trabalho na Universidade de Montreal. Em certo momento, e absolutamente por acaso, ele se verá envolvido pela história também desesperançada de uma jovem advogada com quem acabará por travar um relacionamento, em princípio tão obsessivo quanto gratuito, mas que o levará a uma investigação dos mais inexplicáveis caminhos que levaram essa jovem a tentar um suicídio, aliás, bastante inusual. E o mundo que para ele se descortina nessa sua investigação do sofrimento alheio o desconstruirá quase que por completo.
O relato que nos chega sobre esse personagem critical – sem nome, tratado apenas por ‘ele’ ou ‘você’ nessas páginas de um diário por ele escrito – inicia-se exatamente no dia em que Pat, a advogada, sai de sua casa para encomendar a própria morte. O personagem crucial, quase sempre conduzido por suas decisões mais gratuitas, vai vê-la pela primeira vez exatamente diante desse seu ato-limite. Sentir-se-á incomodamente atraído por ela e terminará por arriscar o pouco que tem apenas para encontrá-la; ou seja, desfará o que resta de sua vida para ter acesso a alguém de quem não tem uma só informação. Ele não sabe onde ela mora, em que trabalha, com quem vive, como se chama, por que quer se matar. Não sabe nada. Mas por que, afinal, precisaria saber de tudo isso para se conceder o direito de perseguir alguém? Por outro lado – e é provavelmente o que ele pergunta a si mesmo -, por que não?
Meter-se na história terminal de outra pessoa, para ele, pode ser apenas uma maneira mais certeira de conseguir o próprio fim, o que ele mesmo nunca conseguiu realizar até então. Vai se desfazer de sua própria história tentando entender como Pat destruirá a dela; mas será que algum dos dois conseguirá esse ponto ultimate que tanto deseja? Para ele, obsedar-se por seu duplo pode ser apenas outra maneira de se deixar partir para onde nunca mais conseguirá retomar-se. Para ela, no entanto, voltada apenas para dentro de uma memória interditada, tudo pode simplesmente não significar nada. As linhas escritas por ele nesse seu diário tão incomum parecem pouco responder. Como se suas insanidades reforçassem uma à outra, esses dois personagens de suas mais intimas ficções escrevem sem saber uma história surreal da qual pouco se sabe o início, e nada do fim.
Muitos são os personagens que ele encontrará nessa sua longa e incontrolável jornada rumo ao desfazimento. Em sua aparente diversidade, todos desempenharão algum papel nessa sua antecipação do fim – talvez não o desejado, mas um fim. Aparentemente tão perdidos quanto ele próprio, tão fortuitos em seu encontro ou desnecessários a alguém que precisa apenas reencontrar-se, estes personagens não apenas conduzirão involuntariamente nosso herói àquilo que se entrevê a cada ato, a cada gesto, a cada palavra sua; mas igualmente, a despeito de si mesmos e do que deles se sabe, repetirão um destino trágico que parece ser comum a todos os que habitam essa história. Como exemplos à revelia de um destino que nunca se repete exatamente, mas que sempre se remete mutuamente, todos eles se desdobram e se replicam – e a história de qualquer um parece ser inexplicavelmente a de todos.
Apenas as páginas do diário que nos chegam às mãos podem dar uma ideia de que histórias são essas. Estão ali relatadas, mas o que contam, afinal? Que tudo se passou tal como narrado, ou que é a narrativa que faz as coisas se passarem como ali aparecem? Apostaríamos em qual hipótese? A cada leitor, sua resposta. O autor do diário, porém, ele tem a sua própria: “É a palavra que contém o mundo, não o contrário”, diz ele, já tão desconcertado quanto resignado diante do fechamento das histórias, tarefa que lhe parece caber, apesar de tudo.
É ler para concordar. Ou não.

Show description

Read or Download Diário de Um, Escrito por Outro: Romance (Portuguese Edition) PDF

Best dystopian science fiction books

The Tree Museum - download pdf or read online

While the Signmakers choose to completely eliminate the PricePlan Superstore, Rosemary and Nate's lives swap endlessly. with no PricePlan, Nate is left and not using a concentration for his vehement protest opposed to company the USA. Rosemary is relieved that they could eventually flow on and stay within the new global that the Signmakers are construction for them.

Zero amore (Italian Edition) - download pdf or read online

Ironica, esistenziale, agghiacciante e irresistibile, questa storia non può essere semplicemente letta, deve essere vissuta: è come se dalle pagine uscisse una mano che ti afferra alla gola e ti trascina dentro l. a. mente del protagonista. Dentro un baratro che spezza il fiato. Un’oscurità di fiamme che balenano e si spengono.

All The King's Men - download pdf or read online

Occasionally it really is very unlikely to fix what has been damaged. .. every one of them is fleeing anything various, yet they have all come to an analogous position. while their send is attacked and marooned in deep area, 3 dozen refugees pass the time by way of sharing tales. issues that experience occurred to them, occasions they have witnessed, and rumours they have heard.

Glass Lands - download pdf or read online

Many years after the liberty Wars ended, digital fact hacker Gerald Goodstone discovers he has an issue. He can’t regularly inform the variation among what's actual and what's in his brain. Gerald’s ally, AJ O’Sullivan, believes Gerald’s challenge is a present that became Gerald into the easiest hacker the piratesphere has ever visible.

Extra resources for Diário de Um, Escrito por Outro: Romance (Portuguese Edition)

Example text

Download PDF sample

Diário de Um, Escrito por Outro: Romance (Portuguese Edition) by Celso Azzan Jr.


by Kevin
4.1

Rated 4.74 of 5 – based on 33 votes